segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Pequenos tiranos

Pequenos tiranos são piores do que os grandes.

Porque os grandes, pelo menos, hão de ter (ou ser) algo grandioso, até para se tornarem grandes tiranos. Os pequenos nem isso têm.

A arrogância e a crueldade com que tratam os fracos e desprotegidos é inominável.

Como cruzados empenhados numa missão sagrada, paladinos armados com tecnologia de ponta ... sepulcros caiados, com sua beleza asséptica e vigor turbinado por drogas e anabolizantes, eles trocam entre si medalhas, concretas ou virtuais, enquanto desabam seus podres poderes sobre quem ergue a fronte acima da multidão homogênea.

Por serem minúsculos, como insetos, quase sempre deixamos de percebê-los, salvo quando nos incomodam com seus ferrões venenosos e traiçoeiros.
  

2 comentários:

Vinicius disse...

Será que eu conheço a fonte de inspiração desse texto? :)

Nosferatu disse...

Elementar, meu caro "watson".
Uma das coisas que aprecio em você é o fato de ser inteligente. Rsrsrs