sábado, 12 de julho de 2008

Virgindade Masculina

Falar de virgindade masculina é muito complicado, pois para a sociedade e para os homens a virgindade não existe, não é um problema, é circunstância.

Quando o menino entra na puberdade, os pais já esperam que, com o tempo e quase que por osmose, o menino avance o sinal progressivamente com suas "ficantes" ou namoradinhas ou, ao entrar na adolescência, seu pai ou mais comum, o amigo safado, se encarregue de levá-lo para alguma prostituta possa iniciá-lo.

É sabido que hoje em dia as prostitutas estão em desuso neste papel de "professoras do sexo" nos grandes centros. O que se faz, então, é transar com a colega de classe que já passou pela mão de vários amigos e se presta a esta função com prazer e de graça ou com a namoradinha virgem que precisa se livrar do hímen, custe o que custar.

Seja como for, a iniciação sexual é tão difícil para os meninos como para as meninas e é um tabu para ambos. A partir da adolescência, ou mesmo no final da puberdade, a virgindade. em nossos tempos, passou a ser vista como uma “doença” que deve ser eliminada. É motivo de gozação, de discriminação e até suspeita de homossexualidade, pois quem não transa tem problemas sérios de cabeça ou é doente mesmo.

O único problema que um menino pode apresentar nesta fase de desenvolvimento é imaturidade emocional e isso não é nem doença: é o esperado para sua idade.

Antes mesmo da primeira relação sexual, sexo, transa, masturbação, tamanho do pênis, revistas e filmes eróticos são os assuntos preferidos pelos grupos de meninos e é nesse momento que um ou outro integrante do grupo pode se sentir acuado pela inexperiência e viabilizar sua iniciação de qualquer jeito, sem qualquer condição emocional para isso.

A maioria dos meninos inicia sua vida sexual forçado pela família, que vive perguntando se ele já transou, ou pelo grupo a que pertence. Instruído pelo filme pornográfico (grande professor da gurizada), o menino inicia sua empreitada com fé e coragem para repetir com as meninas o que faz no banheiro quase todos os dias com a revista erótica na mão.

Este início é difícil para todos, mas poucos admitem que sentem medo, muito medo de falhar. Falhar para um menino é não ter ereção, pois não existe neste momento qualquer preocupação com a parceira e sim se seu pênis vai corresponder a sua expectativa ou não. Não que a parceira não seja importante, mas é tão difícil este começo que não dá para se preocupar com tudo, ou seja, cada um com seus problemas...
Penetrar e ejacular numa vagina de verdade é que faz toda a diferença e, neste momento, o que está em jogo é se o menino vai conseguir ou não.

Se a empreitada foi um sucesso, ele se sente um vitorioso, independente do outro e de ter quase morrido de angústia e tensão, de se sentir desajeitado e meio estranho, mas, se a experiência não deu certo, o menino está jogado a sua própria sorte e aí a coisa se complica.

Para a maioria dos jovens o início sexual é muito ruim. Não sentir prazer para as meninas e não ter ereção para os meninos é o que mais perturba o iniciante e o que mais acontece. A menina ainda pode fingir que foi legal para não perder o amigo ou namoradinho da vez, mas o menino não tem como enganar.

Como o menino transa para se auto-afirmar e não para dar prazer à namorada, o que mais o preocupa nem é tanto o fato de seu pênis ter falhado na hora H, o que ele pode até entender, é os outros ficarem sabendo e ele virar motivo de chacota dos amigos, da mocinha insatisfeita e de suas amigas.

O que acabamos percebendo é que adolescentes imaturos e sem apoio da família têm muito mais chance de se precipitarem quanto à iniciação sexual do que aqueles que se sentem à vontade para discutir o assunto com seus pais. E isso não quer dizer que os pais legais são aqueles que deixam os filhos adolescentes transarem dentro de casa e tudo bem, pois esses pais não são legais, são apenas pais que deixam seus filhos transarem dentro de casa.

Pais legais são os que dão abertura para os filhos esporem suas opiniões e tirarem suas dúvidas, o que vai garantir uma iniciação mais ponderada e compatível com sua maturidade emocional.

Sexo é muito bom, mas feito de qualquer jeito e a qualquer preço não presta.
(Este texto foi por mim recolhido em algum momento, em algum lugar da Net, sem indicação de autoria)

7 comentários:

Vicmendon disse...

Interessante o texto. Concordo com ele! ;D

Achei o link no twitter por acaso hehe valeu a pena clicar! ;p

@Vicmendon

Anônimo disse...

O texto original está em:

http://www.saindodacascadoovo.com.br/index.php/2009/11/virgindade-masculina-um-tabu-a-ser-derrubado/

jaime disse...

ACONTECEU COMIGO:
COM 13 ANOS DE IDADE VEIO TRABALHAR EM NOSSO APTO, SOMENTE PARA DAR UMA AJEITADA NO MESMO E SERVIR UM CAFÉ PARA MIM, UM JOVEM DE 23 ANOS QUE CONTINUARIA A DORMIR POR SER UM ESTUDANTE DE FACULDADE, ENQUATO OS DEMAIS SAIAM ÁS 7:00 HORAS PARA TRABALHAR, MINHA MÃE QUE A CONTRATOU, DEU UMA CÓPI A DA CHAVE DO APTO PARA QUE ELA NÃO ME ACORDASSE ANTES DAS 10:30 HORAS DA MANHÃ.
NO DIA SEGUINTE ELA CHEGOU ÁS 7:30 HORAS DA MANHÃ ABRIU A PORTA COM O MAIOR SILÊNCIO E COMEÇOU A ANDAR PELOS COMÔDOS DO APTO E CHEGOU NOMEU QUARTO ONDE EU ESTAVA DORMINDO COMPLETAMENTE NU E EXITADO, OLHOU DEMORADAMENTE E SAIU DEIXOU A PORTA ABERTA PARA QUE QUANDO ACORDASSE PERCEBECE QUE HAVIA ALGUÉM DENTRO DA CASA E VESTISSE UMA BERMUDA, PELO MENOS, PASSADO UMA HORA A CHAMEI CAMILA VEM AQUI UM INSTANTE, VEIO RÁPIDA CHEGOU NO QUARTO EU ESTA DE PÉ NU E SUPER EXITADO COMO SE NÃO TIVESSE NINGUÉM, FALEI COM ELA PEDI UMA TOALHA DE BANHO, FUI AO BANHEIRO TOMAR UM BANHO, SAI NU, TOMEI CAFÉ VESTI-ME PARA IR AO BANCO.
NO DIA SEGUINTE A CENA DO SILÊNCIO SE REPETIU VEIO AO MEU QUARTO QUE JÁ ESTAVA ACORDADO, POIS ESTAVA ME MASTURBANDO E JÁ EJACULANDO, PEDI A ELA UMA TOALHA HIGIÊNICA QUE ESTARIA NA GAVETA, ME LIMPEI UM POUCO, JOGUEI A TOALHA TODA MELADA DE ESPERMA NELA E FUI PARA O BANHO.
NO OUTRO DIA TUDO SE REPETIU MÁS AO ABRIR A PORTA E ENTRAR A CHAMEI, CAMILA, QUE PRONTAMENTE VEIO ATÉ O MEU QUARTO, E A CENA FOI A MESMA EU NU, E A MANDEI SENTAR, E FUI PERGUNTANDO, VOCÊ É VIRGEM? SIM,DISSE ELA MEIO TRÊMULA NUNCA TINHA FICADO SOZINHA COM UM HOMEM NU TÃO PERTO DE MIM ASSIM, TÁ VOCÊ TEM 13 ANOS E EU 23 ANOS, QUERES QUE EU SEJA O 1º HOMEM A PENETRAR O MEU PENIS EM SUA VAGINA E GOZAR FERVOROSAMENTE PARA VOCE NUNCA MAIS ESQUECER, ELA SUSPIROU E DISSE, SIM DANILO EU SOU TODA SUA FAÇA COM CUIDADO E NÃO ME MACHUQUE, COM ESTE ENORME PENIS QUE TU TENS E INICIAMOS, FOI ÓTIMO E ERAM QUASE TODAS AS MANHÃS POR UM PERÍODO SE QUATRO MESES SÓ PAROU QUANDO MINHA MÃE A DEMITIU AO SABER QUE ELA ESTAVA GRÁVIDA DE MIM, SEU FILHO. E QUE FOI EU QUEM TIROU A VIRGINDADE DA MENINA, DOU TODA ASSISTÊNCIA AO NOSSO FILHO QUE ESTÁ CONCLUINDO O 2º GRAU, E MORA COM ELA E EU TENHO MAIS UM FILHO DO MEU ATUAL CASAMENTO.
más foi muito legal e gratificante pelo nosso filho !

Anônimo disse...

Se fode ae nerdão, DHUSAIhdiuashduashudshahdsaudsahusdai

Anônimo disse...

mais uma istória de punheteiro

Anônimo disse...

isso é uma xatice principalmente dos dois a cima ....kkkkkkk

Anônimo disse...

Cara sinto muito mais isso se é história de punheteiro mesmo...kkk...